Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

PACTO PELA PAZ

PACTO PELA PAZ

terça-feira, 7 de março de 2017

Policial Militar é morto e estudante é baleado durante tiroteio com assaltantes em Teresina

Um policial militar foi morto na manhã desta terça-feira (7) durante tiroteio na Avenida  Jockey Clube, zona Leste de Teresina. No meio do confronto, um jovem de 18 anos foi atingido com bala perdida e foi levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). As circunstâncias do crime ainda não foram confirmadas pela polícia que está em diligências.

A vítima é o cabo Valdir Mendonça do Vale, 43 anos, policial militar lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar.

Segundo o major Diego, testemunhas informaram que o policial militar tentou intervir em um possível assalto e trocou tiros com os bandidos. “Ele alvejou um dos criminosos na perna e acabou levando dois tiros que o levou a óbito. O cabo Valdir era um policial com 20 anos de polícia que morre como um heroi”, afirmou o oficial do Grupo Tático Aéreo de Policiamento (GTAP).  Ele estava de folga no momento da ação.

O fotojornalista Thiago Amaral contou ao Cidadeverde.comque chegou a tentar socorrer o policial, mas a perda de sangue foi intensa. O cabo Valdir foi levado ao hospital por uma viatura que passava pelo local no momento, mas morreu a caminho do Hospital de Urgência de Teresina.

Um jovem identificado Mateus de Sá Oliveira, 18 anos, foi atingido no pescoço, próximo à nuca. Mateus é estudante e relatou que durante o tiroteio os passageiros deitaram no chão para não serem atingidos pelos tiros. Somente após o tiroteio, o jovem percebeu que estava ferido. 

O HUT confirmou que Mateus foi atingido por um tiro do lado direto da nuca. O hospital afirma, ainda, que não será necessária a realização de procedimento cirúrgico para a retirada da bala.

Mateus foi avaliado por uma junta médica e está em observação clínica. O rapaz está consciente e seu estado de saúde é considerado estável.

A informação de testemunhas é de que o suspeito estava em um veículo Nissan, Versa, de cor prata. Ninguém foi preso até o momento. O major Flávio Pessoa, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, acredita que dois ou três homens tenham participado da ação e efetuado fuga.

Um homem com um tiro na coxa deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Timon. Policiais estão no local para averiguarem se é o suspeito.

Policiais da Delegacia de Homicídios estão no local do homicídio e procuram imagens de câmeras de segurança que possam auxiliar na investigação.

Por Maria Romero e Fábio Lima
Cidade Verde

Nenhum comentário:

Postar um comentário