MAIS OBRAS

MAIS OBRAS

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

domingo, 5 de novembro de 2017

Veja em vídeo a absurda negação do ex-padrasto de Alanna Ludmila ao nega assassinato

O ex-padrasto de Alanna Ludmila, Robert Serejo Oliveira, confessou à polícia que estuprou e matou a ex-enteada.

O criminoso prestou depoimento nesta tarde, após ser preso na barreira policial na Estiva, em São Luís, tentando fugir em uma van.

Robert admitiu o assassinato, além do estupro – negando a participação da mãe da criança, Jaciane Pereira, segundo os delegados responsáveis pelo caso.

A polícia disse, ainda, que o assassino confesso revelou ter ido à casa onde estava Alanna já com o intuito de estuprá-la. Ele tinha uma chave e sabia que a criança estava sozinha.

Ao chegar ao imóvel, Robert encontrou a vítima apenas de toalha e blusa, quando, então, foi atacada, abusada e assassinada.

Conforme explicaram os delegados, foi o próprio acusado quem retirou da casa uma mochila da garota, jogando-a num terreno no Paranã – o que acabou reforçando a tese de que Alanna poderia ter sido levada da residência.

.
Ele está sendo apresentado no Comando Geral da Polícia Militar, em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário