Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Américo, o aliado de Soliney: A coisa tá tão ruim que de adversário passa a ser aliado e dá sobrevida a Soliney Silva

Ex-prefeito de Coelho Neto Soliney Silva, cresce com
a incompentencia de Américo
Embora esteja com os direitos políticos cassados, o ex-prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva (PMDB), ainda é uma forte ameaça no tocante as muitas fraquezas do prefeito Américo de Sousa (PT), e sem dúvidas o seu maior adversário político. 

Soliney, respira tranquilamente e assiste de camarote as derrotas e até se diverte quando o assunto é a administração e o grupo político de Américo, (diga-se de passagem o grupo mais fraco e inexpressivo que já se alojou na vaquinha leiteira, Prefeitura). Centralizador e pedante, Américo tem fora de controle seus secretários, que desnorteados, comprovam a cada dia a já esperada péssima gestão sem minimamente um senso administrativo com cunho centralizador. 

O que diria seus compatriotas, que subiram e desceram ladeira defendendo o nome de Américo. A maneira como vem atuando desagrada e reduz seus aliados, passando a compor a galeria dos piores gestores que já ocuparam tal cargo. 

Quem acompanhou toda a trajetória de Soliney, sabe muito bem que ele não foi nenhum bom exemplo de político a ser seguido, e todos os tipos de mazelas viveu a cidade, com tudo tem obras e trabalhos prestados ao município (fato inegável). Descompromissado e com punhos de ferro, pelo menos Soliney tinha jeito e traquejo social e sempre usou uma forte arma em seu favor, a simpatia.Com um comportamento carismático com o povo, por maior que fossem as desgraças e as situações adversas, ele não perdia as rédeas da situação e conseguia contornar, mantendo seus subordinados contidos. 

Durante seu mandato, Soliney sempre teve em suas mãos o controle de tudo e se errasse, esquivava-se e colocava a culpa em alguém... Enquanto Américo vem a cada dia perdendo prestígio e se embaraçando a ponto de não acertar uma. 

Com os direitos políticos cassados, Soliney corre atrás do prejuízo e segue agora apenas com um “pequeno grupo”, e um forte cabo eleitoral, “Américo de Sousa”, em seu favor. As falhas de Américo tem sido tão patéticas e devastadoras que passam a ressuscitar Soliney e comprovando que ele (Américo) é o pior de todos, e Soliney o “bom”. 

A hora “era” agora! 

Se realmente tivesse vindo para “mudar”, Américo possuía em suas mãos a oportunidade singular de enterrar de vez, com pouco de trabalho e compromisso o nome de Soliney. 

Sendo assim, Américo vai saindo de cena e perde espaço para seu maior adversário, que cresce na lembrança do povo. A comprovação de tudo, será a baixa votação que os deputados apoiados por Américo terão em 2018. 



Aí fica a dúvida: 

É burrice ou incompetência?


Nenhum comentário:

Postar um comentário